quinta-feira, 21 de maio de 2015

THE FOLLOWING #3 TEMPORADA

Olá meus queridos!
Essa semana chegamos ao fim de mais uma temporada. Dessa vez a série em questão é The following. E é com grande pesar que anuncio que está foi a última temporada da série, o que parte meu coração.

Para você que ainda não conhece a série, veja a resenha da primeira temporada...


http://ia.media-imdb.com/images/M/MV5BMTUxNTk0MjUwOV5BMl5BanBnXkFtZTgwOTE4MDc2NDE@._V1_SY317_CR0,0,214,317_AL_.jpg 

O começo da temporada é incrível. Estão todos felizes em uma festa de casamento, curtindo suas vidas, vivendo um conto de fadas...

http://br.web.img1.acsta.net/c_640_360/videothumbnails/15/01/28/15/40/410594.jpg

Até que Mark (o assassino sobrevivente da 2° temporada) dá um jeito de reaparecer e estragar as coisas. 

http://2.bp.blogspot.com/-X4dc3EHXftA/VPptDQiC8RI/AAAAAAAAdJ4/3M57tjrTSXA/s1600/thefollowing_3x01-2.jpg

Na segunda temporada tivemos o fechamento da história com o enredo se desenrolando e Mark ficando livre para ser o gancho inicial dessa nova temporada. E isso foi genial. Mark está surtado pela morte de sua mãe, ele adquiriu seus próprios seguidores e está disposto a punir Ryan, Mike e Max expondo as ações repreensíveis que estes tomaram na morte de Lily Gray.

http://teleseries.com.br/wp-content/uploads/2015/03/20150311-the-following-3x01-final.jpg 

http://teleseries.com.br/wp-content/uploads/2015/03/20150311-the-following-3x01-mark.jpg

Mas como é de costume, em The following as coisas não se resumem ao que é mostrado à primeira vista. Ao longo da temporada descobrimos que os seguidores de Mark tem seus próprios segredos e objetivos.

No decorrer da temporada, a série faz o que só The Following consegue fazer: Reviravoltas que revigoram a história e trazem surpresas uma atrás da outra.

Temos o ressurgimento de Strauss (isso mesmo, o professor de Joe Carrol reaparece nessa temporada) que tem uma importância gigantesca para o desenrolar da história. E quando a gente pensa que as coisas estão tomando um rumo... Somos pegos novamente de surpresa com o surgimento de um novo assassino (talvez tão frio quanto Joe Carrol, porém um pouco mais centrado, ou pelo menos é o que parece). Esse assassino dá um novo tom a história, revigorando a série e tornando-a ainda mais interessante.

E se você pensa que acaba por aí, está muito enganado. Temos a inserção de uma Sociedade Secreta, cujos indícios mostram ser mais perigosa e poderosa do que tudo que vimos na série até agora, incluindo a seita de Joe Carrol, passando por Lily Gray e seus recursos financeiros, até o assassino gênio Theo.

A essa altura você deve estar se perguntando, "mas e quanto a Joe Carrol?". Bem, o que posso dizer é que Joe não é deixado de lado e tem um  papel crucial para o desenvolvimento do personagem principal (Ryan Hard). Na verdade, alguns dos momentos mais legais da série são as aparições de Joe Carrol.

http://image-cdn.zap2it.com/images/james-purefoy-joe-carroll-the-following-season-3-fox.jpg 

Vamos agora falar do que gostei.

A temporada como um todo foi show. Gostei muito da forma como Mark encurrala Ryan e seus companheiros no início da temporada, e da teatralidade que ele cria. Também achei muito bom a Genialidade de Strauss, embora o fim dele não tenha sido dos mais satisfatórios apesar de eu concordar que foi necessário para o novo gancho da história (ou seja, mesmo aquilo que você não gosta é importante no enredo para o seu desenvolvimento satisfatório e genial).

O desenvolvimento de Theo (o Joe Carrol da temporada) ficou excelente, e ele foi muito bem aproveitado. E mesmo o final dele foi excelente. Uma coisa muito boa que o seriado fez tanto com Joe, quanto com Theo, foi mostrar que esses assassinos apesar de tudo, são seres humanos que se importam com alguma coisa, que tem sentimentos por algo ou alguém e principalmente... Quando são atingidos podem ficar ainda mais loucos do que já são.

A série tem uma surpresa atrás da outra, e cada episódio é melhor que o anterior. É o tipo de série que quando acaba o episódio você já está louco pelo próximo. Outra coisa boa é que essa série não tem aqueles episódios Fillers, que enchem o saco e não servem para nada... Não, em The following todos os episódios tem importância e todos são perfeitos.

Uma das melhores coisas dessa temporada foi terem tirado Joe Carrol do plano principal e terem revigorado a série com novos assassinos, novas histórias, um novo enredo, novos personagens... Enfim tudo novo. E apesar disso, conseguiram aproveitar Joe nesse novo contexto, o que ficou excelente.

http://br.web.img3.acsta.net/newsv7/14/11/19/14/50/255875.jpg https://tvcinemaemusica.files.wordpress.com/2015/03/the-following-new-blood-season-3-episode-1-01.jpg?w=560 http://i0.wp.com/www.spinoff.com.br/wp-content/uploads/diane-neal-the-following-season-3-fox.jpg 

O relacionamento de Mike e Max é outro aspecto muito legal da temporada, além da forma como a guerra entre Mike e Mark influenciam esse relacionamento. Na verdade esse é um dos aspectos mais importantes da temporada e que possibilitam um dos momentos mais tensos e emocionantes (se não for o mais...) dela.

http://teleseries.com.br/wp-content/uploads/2015/04/20150426-the-following-3x09-max-e-mike.jpg 

Outro relacionamento importante é o de Ryan com Gwen. Esse relacionamento trás aspectos importantíssimos para o desenvolvimento de Ryan.

O GRANDE FINAL

Pois é, o final. O final ficou muito bom, embora muita gente não vá gostar. Mas por quê não? Bom, o final ficou super coeso, fazendo o máximo de sentido dentro da trama do seriado. Mas então por quê ele não vai agradar a todos? Simplesmente porque é um final que possibilita, ou melhor, que deixa claro a existência de uma continuidade na história, continuidade essa que necessitaria de uma quarta temporada.

Vi muita gente falando na internet que foi bom ter acabado agora a série, pois uma nova temporada ficaria maçante e com enredo espremido. Eu discordo plenamente. O gancho dado no final dessa 3º temporada possibilitaria um novo enredo que poderia superar todas as três temporadas atuais. E convenhamos, uma coisa que The Following já provou é que sabe inovar e se superar a cada temporada. As pessoas podem dizer o que quiserem de The Following, mas maçante é uma coisa que a série não é.

Se você está se perguntando do por quê de não haver uma quarta temporada, é bem simples: A audiência da série decaiu desde a primeira temporada e por isso a Warner decidiu encerrar a série enquanto ainda estava dando lucro. Não sei porque, mas parece que existem poucas pessoas com bom gosto o suficiente para aproveitar boas séries como The following. 

A NOTA

Quanto a minha avaliação final... Bom, a primeira temporada recebeu uma nota 9,0. A segunda eu daria uma nota 8,5. Agora a terceira...
Bom, eu achei a terceira temporada muito boa, e geralmente é difícil superar a primeira, até porque a primeira tem aquela questão de ser a novidade. Porém essa terceira temporada fez algo que a primeira e a segunda não conseguiram, que foi manter a sua segunda metade no mesmo nível da primeira metade, sem decair. Por isso, devido a essa constância mantida na temporada, minha nota para ela é 9,5.

Assim, a nota final para o seriado é: 9+8,5+9,5= 9,0.

Então é isso pessoal. Espero que tenham gostado, espero que gostem do seriado e até a próxima. Um grande abraço para todos.

Xau!!! Xau!!!

http://i.imgur.com/3lZyW9k.jpg


5 comentários:

  1. Procurava por uma resenha de The Following da terceira tempora,e quando encontro...é uma decepção.
    Os primeiros episódios da série estavam muito bons,porem do meio pra frente é só bomba atrás de bomba,perdendo toda a essência da série.A cada capitulo eles iam matando o próprio enredo,cortando galhos que poderiam ser aproveitados
    Teo foi um dos personagens que mais teve "presença de palco" mas no fim se perderam com o desenvolvimento.Deram tanto poder pro vilão que nem eles souberam como pará-lo.
    Mataram Joe Carrol pra nada
    Inseriram uma organização pra nada.
    Descaracterizaram a Max do início ao fim.
    Final de temporada tosco com aquela cena Alá Jason Statham em Velozes e Furiosos 7.
    Gancho pra outra temporada?...já era latente a falta de criatividade no meio da temporada,já estava previsível.Reviravoltas fracas e sem nexo.Nada com impacto parecido com MIke matando Lily,Claire destroçando Emma,ou diversas outras cenas fodas das duas temporadas.As impactantes frases de Joe Carrol.
    Ainda bem The Following foi cancelada,pois já não sabiam mais o que fazer.Uma de minhas séries favoritas que so considero a primeira e segunda temporada.
    Pois a terceira é digna de ser esquecível...
    (nem vou comentar sobre o Namorado merda da Max)...

    ResponderExcluir
  2. Concordo completamente que deveria haver uma 4°temporada, amei o final da 3°( alias amei a temporada completa) e da mesmo para continuaçao, para mim a 1° e a 3° foram as melhores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade.
      Fico muito feliz que tenha gostado.
      Volte sempre!

      Excluir
  3. Adoro the following estou na 3 temporada muito bom excelente. o que aconteceu com Cler

    ResponderExcluir
  4. Amei essa série, estou no segundo episódio da terceira temporada.

    ResponderExcluir