sábado, 27 de dezembro de 2014

APOS A MORTE - CAPITULO 2

- Eu já imaginava que isso iria acontecer.

- E por quê?

- Porque eu fui o ceifeiro que te trouxe para cá.

O garoto se levanta assustado – Como assim? Você me matou?

Miriam se levanta – Vamos caminhar. Os dois saem andando.

- Veja bem. A alma e o corpo são entidades separadas que estão ligadas pelo que se chama de fio da vida. Quando é chegada a hora de uma pessoa, seja porque ela já está velha ou porque foi assassinada ou mesmo por causa de um acidente, o ceifeiro vai até ele e corta o fio da vida.  Dessa maneira a alma se liberta do corpo.

- Mas então somos nós quem matamos as pessoas.

- Basicamente sim. Mas não é algo horrível como você está pensando. Veja bem, se acontecer do ceifeiro não cortar o fio da vida, o espírito da pessoa vai ficar preso em um corpo sem vida, um corpo que irá apodrecer e se desintegrar. Uma verdadeira prisão.

- Então os ceifeiros ajudam as pessoas?

- Exato. Só o que fazemos é um trabalho. Quer dizer, essa é a primeira parte do trabalho.

- E qual é a segunda?

- São os ceifeiros que levam as pessoas para o seu destino depois da morte.

- O que você quer dizer com destino?

- De forma bem resumida. Céu e inferno.

- Entendi. Quer dizer que você foi o ceifeiro que me trouxe para cá?

- Exatamente. E não é só isso.

- Como assim?

- Todo anjo, quando chega aqui, recebe um guia ou um mestre por assim dizer. O mestre tem a função de auxiliar e ensinar as coisas desse plano para o novato.

- E você é o meu mestre, correto?

- Correto. Você entende rápido. Agora está pronto para começar o trabalho?

- Quase. Antes tenho uma pergunta para fazer.

- E qual é?

- Onde estão as minhas asas?

Mirian começa a rir.

- Asas são privilégios de anjos um pouco mais evoluídos do que um iniciante como você. Mas não se preocupe. À medida que você for trabalhando e amadurecendo, suas asas vão surgir.

- Certo. E quando começamos?

- Agora mesmo.

Mirian coloca sua mão sobre o ombro direito de Lucas e os dois somem. O garoto fica surpreso quando percebe que não está mais no jardim, mas sim no meio de uma rua rodeada de casas.

- Como chegamos até aqui?

- Anjos estão conectados com o Céu, a Terra e o Inferno. Por isso podemos nos deslocar entre as três dimensões de forma instantânea. Com o tempo você irá aprender como fazer isso.

- Parece que não consigo fazer nada.

- Na verdade você consegue. E está na hora de começar a fazer. Venha comigo.

A garota começa a andar na direção de uma casa. Lucas segue sua guia. Os dois param diante de uma casa antiga, com porta vernizada e paredes brancas.

- E agora? – Ele pergunta.

- Entramos.

A garota some. Lucas fica desorientado. Para onde ela teria ido? Será que para dentro da casa? Só havia uma maneira de descobrir. O garoto fecha os olhos e se concentra.
“Para dentro da casa” é o que ele pensa. Um instante depois escuta a voz de Mirian.

- Quem diria. Você conseguiu de primeira.

O garoto abre os olhos. Ao seu redor ele vê moveis antigos, e do seu lado encontra Mirian. Ela sorri e ele retribui tal sorriso.

- Você é talentoso. Conseguiu se locomover de primeira e sem ajuda. Meus parabéns!

- Obrigado.

O garoto escuta uma voz vinda de algum lugar da casa.

- Eu vou na frente. Estou te esperando – E a garota some novamente.

Lucas se concentra na voz até que se vê em um quarto. Mirian está lá. Na frente dele uma cama. Nela está uma senhora de idade e sentada ao seu lado um homem com cerca de 30 anos. O homem segura a mão da mulher e a olha nos olhos.

- Sabe o que fazer agora? – Mirian pergunta.

O garoto coloca seu dedo indicador sobre a boca e faz um som pedindo silencio – Eles vão nos ouvir.

- Seu bobo. Nós somos anjos. Eles não podem nos ver nem ouvir.

O garoto bate na testa com a palma das mãos - É verdade.

Ela começa a rir.

- Estou aqui para Ceifa-la não é?

- Correto.

- E como faço isso?

- O poder de Ceifar está em você. Basta se aproximar e tocar o corpo dela. Depois disso você vai sentir a alma e poderá separa-la do corpo.

Lucas se aproxima e toca o ombro da mulher. Nesse momento ele toma conhecimento de toda a vida dela. Depois ele sente a alma dentro do corpo da velha senhora. Ele não entende como, mas de alguma maneira sabe o que fazer. O anjo fecha os olhos e se concentra por alguns segundos. Quando abre os olhos a mulher está a seu lado.

- O que está acontecendo? Quem são vocês? – Pergunta a mulher enquanto olha para o garoto e a garota em seu quarto – O que está acontecendo aqui? Ahhhhhhhhh! – A mulher grita ao ver seu corpo sobre a cama.

Mirian se aproxima dela.

- Acalme-se senhora. Nós somos anjos.

- Anjos? Então eu estou morta?

- Sim. Está.

- Entendo. E agora?

- Vamos acompanha-la até o outro lado.

- Está bem. E quando vamos?

- Agora mesmo.

A mulher sorri.

- Espere um pouco – Lucas intervém – A senhora não está assustada?

- Não. Porque estaria? A morte faz parte da vida. Além disso, eu tive uma vida longa e boa. E também, eu já sabia que minha hora estava se aproximando.

Lucas sorri.

- Está na hora. Você precisa leva-la para o outro lado Lucas.

Lucas acena com a cabeça.

- Espere. Quero me despedir.

A mulher se aproxima do homem que estava ao lado de seu corpo. Ela o toca no rosto.

- Adeus meu filho. Desejo que você tenha uma vida longa e feliz como a minha. Eu te amo, e sempre amarei.

A velha senhora se vira.

- Podemos ir agora.

Mirian olha para Lucas.

- É você quem deve guia-la.

- Mas como?

- Você já está forte o suficiente para se mover entre as dimensões. O que tem a fazer é se concentrar no destino dela.

- E como é que eu vou saber o destino dela?

- Você viu toda a vida dela. O que tem a fazer é analisar as ações dela e decidir para onde leva-la.

- Mas e se eu decidir errado?

- Não vai. É por isso que você foi escolhido para esse trabalho. O poder de avaliar está dentro de você. Só o que tem a fazer é se acalmar e guia-la.

- Está bem.

Lucas se aproxima da mulher.

- Para onde vou? – Ela pergunta.

- Você já vai descobrir.

O anjo toca o braço esquerdo da velha senhora. Ele analisa toda a vida dela. Depois se concentra e os dois somem.

A mulher se vê em um local de luz. Ao seu lado estão os dois anjos que a guiaram até ali.

- E agora? Ela pergunta.

- Agora você começa sua vida no céu – responde Mirian.

Um rapaz negro de asas brancas com tons azuis caminha na direção dos três.

- Olá Mirian!

- Olá! – Mirian olha para a velha senhora – Judith. Esse é Carlos. Ele irá ajudar e orientar você em tudo o que precisar.

- Está bem. Obrigada por tudo. Adeus.

A velha senhora sai caminhando com o anjo. Lucas e Mirian observam os dois se afastando. Mirian olha para seu discípulo.

- Está cansado não é?

- Sim.

- Então venha comigo. Está na hora de te mostrar a parte divertida de ser um anjo.


Ela toca o ombro do amigo e os dois desaparecem.

POR VINÍCIUS VIEIRA DE FARIA
EM 27/12/2014

SE VOCÊ NÃO VIU O PRIMEIRO CAPÍTULO BASTA ACESSAR O LINK:

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

APÓS A MORTE - CAPITULO 1

Lucas abre os olhos. Ele não faz ideia de como chegou ali. Ao seu redor um lindo jardim cheio de flores. Mas que lugar é esse? Ele não sabe.

O garoto observa com mais atenção. Percebe que tudo está rodeado por uma forte luz branca, como se todas as coisas tivessem brilho próprio.

Ao longe ele nota um grande prédio.

- Mas onde é que eu estou?

- No céu!

O garoto se vira e vê uma linda moça. Ele observa seu cabelo loiro, sua pele branca e macia, seus lindos olhos azuis, seu vestido verde claro que bate acima do joelho, mas o que chama mesmo sua atenção são as belas asas com tons de rosa que a garota tinha. Ele imagina que seja alguma fantasia muito bem feita.

- Por que está me olhando desse jeito? – Ela pergunta.

- Me desculpe – Ele responde – Mas o que você quer dizer com “No céu”?

- Que você está no céu.

- Mas isso é impossível. Se eu estou no céu isso significaria que estou...

- O que? Morto? Pois você está.

- Olha aqui garota, não gosto que brinquem comigo. Agora me diga, onde é que eu estou?

- Eu já falei. Você está no céu. Eu sei que é complicado e difícil de acreditar, mas se você se acalmar vai conseguir se lembrar.

- Me lembrar de que?

- Da sua morte.

- Já disse que não estou morto.

- Acalme-se. Estou aqui para lhe ajudar. Meu nome é Miriam.

- Muito prazer Miriam – O garoto estende a mão – Eu sou Lucas.

A garota estende sua mão e aperta a do garoto – Eu sei.

- Mas como você sabe?

- Já falei. Estamos no céu. Feche seus olhos e tente se lembrar da ultima coisa que aconteceu com você antes que acordasse.

- Está bem. Vou fazer o que está pedindo só por que você é muito linda e pra provar que está errada.

Lucas fecha os olhos. Ele tenta puxar do fundo da memória o que teria acontecido. Aos poucos ele começa a se lembrar. Uma estrada no meio da noite. Ele dirigia. Na pista oposta se aproxima um caminhão. Tudo está bem, quando de repente um carro surge na contra mão e em alta velocidade tentando ultrapassar o caminhão. O carro se aproxima cada vez mais. A luz dos faróis começa a se aproximar e a crescer. Ela cresce, cresce, cresce... E então Lucas é engolido pela claridade.

O garoto abre os olhos desesperado – Eu realmente morri!

- Sim. E agora está no céu.

- Mas se esse é o céu, o que você é? Um fantasma?

A garota começa a rir.

- Fantasma? Não. Eu sou um anjo. E adivinha. Você também é.

- Mas como assim somos anjos? Quando as pessoas morrem elas não viram espíritos e vão para o céu descansar pela eternidade?

- Não. Existem muitos trabalhos para serem feitos. E quem faz esses trabalhos são os anjos.

- E nós somos esses anjos?

- Sim. Veja bem. Todos estamos em uma jornada de crescimento espiritual. A vida na Terra é a primeira etapa. Agora que você morreu começa uma nova etapa, como anjo. É um novo nível no crescimento espiritual. Entende?

- Acho que sim. E agora?

- Agora vamos para sua orientação.

- E onde é isso? E para o que serve?

- É lá naquele prédio. E serve para descobrirmos qual será o seu trabalho.

Os dois caminham na direção do edifício. Enquanto isso conversam.

- Veja bem. Existem muitos tipos de anjos: cupidos, da guarda, guerreiros, ceifeiros e assim por diante. Na orientação você vai saber que tipo de anjo é. Com isso você poderá começar seu trabalho como anjo.

- Entendi.

- Chegamos.

O garoto observa a construção. Ele era feito de ouro e parecia antigo.

- Vamos entrar Lucas.

O garoto acena positivamente com a cabeça.

Lá dentro os dois passam por várias pessoas. Lucas imagina que sejam anjos. Ele e Miriam caminham através de um grande salão. Nas laterais existem duas escadarias, uma de cada lado. Os dois chegam a uma mesa no fim do salão. Atrás dela está um indivíduo de cabelo vermelho, usando um manto branco e com asas brancas.

- Olá Miriam – Diz o anjo.

- Olá. Lucas quero lhe apresentar o Joseph. Ele é nosso superior.

O anjo estende a mão para Lucas que retribui o comprimento.

- Seja bem vindo.

- Obrigado.

- Sei que deve estar ansioso para saber sua classe angelical. Por isso não vou te enrolar.

Joseph pega um envelope sobre a mesa e o entrega a Miriam.

- Podem ir.

- Certo – responde Miriam.

Os dois saem do salão. Do lado de fora se sentam em um banco. A garota entrega o envelope para Lucas. Ao abrir ele encontra um papel no qual estava escrito apenas uma palavra...

Ceifeiro.

Por Vinícius Vieira de Faria
Em 17/12/2014.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

CITAÇÃO: Maktub, Paulo Coelho.

"Dois Rabinos tentam de todas as maneiras levar o conforto espiritual aos judeus na Alemanha Nazista. Durante dois anos, embora mortos de medo, enganam seus perseguidores - e realizam oficios religiosos em várias comunidades.
Finalmente são presos. Um dos rabinos, apavorado com o que pode acontecer dali por diante, não para de rezar. O outro, ao contrário, passa o dia inteiro dormindo. 
-Por que você está agindo assim? - pergunta o rabino assustado.
- Para salvar minhas forças. Sei que vou precisar delas daqui por diante - diz o outro.
- Mas você não está com medo? Não sabe o que pode nos acontecer?
-Eu tive medo até o momento da prisão. Agora que estou preso, de que adianta temer o que já aconteceu. O tempo do medo acabou; agora começa o tempo da esperança."

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Citação V de Vingança

"O povo não deve temer seu governo,
o governo é quem deve temer o seu povo".

V de Vingança.

SOMOS UM

Um toque,  a pele se arrepia.
Minha mão percorre o seu corpo.
Sinto suas curvas, como são belas e perfeitas.
Meus lábios tocam os seus. Eles são macios.
Minha boca desliza até seu pescoço e nele se acomoda.
Deito sobre você, suas mãos acariciam as minhas costas, nossa respiração fica pesada, nossos corações batem em uníssono.
Você permite que eu entre.
Agora somos um só.
Nossos corpos estão unidos, nossos movimentos se completam e nossos corações batem em sincronia.
Nada mais no mundo importa, só eu, só você, só nós dois.
Só esse momento.

Por Vinícius Vieira de Faria
Em 03/12/2014.