sábado, 12 de novembro de 2016

O Segredo de Natsuki - Editora Astral Comics


O Segredo de Natsuki é um mangá de autoria de Ryuta Amazume, mesmo autor de Nana To Kaoru, obra relativamente famosa entre o público otaku.

Natsuki é uma bela e irresistível jovem de 20 anos que estuda fotografia na faculdade e que divide seu tempo livre entre posar como modelo fotográfica e transar. Ela é popular por seu gosto sexual diferenciado: Natsuki somente transa com virgens.

O contraste da história fica por conta da irmã de Natsuki, Touko Hoshino, a qual tem 30 anos e ainda é virgem, além de ser totalmente tímida e recatada (o total oposto de Natsuki). Touko não gosta do estilo de vida da irmã (não lhe agrada saber que Natsuki transa com um cara diferente a cada dia), o que mantém as duas irmãs afastadas.

Enquanto Natsuki acredita que Touko a odeia, esta sente inveja da beleza e da sexualidade de sua irmã mais nova.

Afim de acabar com essa distância, Natsuki coloca em prática um plano louco e descabido (você vai ter que ler para descobrir qual é esse plano) com o intuito de se aproximar de usa irmã para que ambas voltem a ser amigas.

O Segredo de Natsuki foi uma leitura extremamente surpreendente, fugindo do eixo exclusivo da sexualidade (que está presente o tempo todo) e abraçando também o romantismo. Os aspectos românticos estão presentes na maior parte da narrativa, sendo inclusive o foco principal dela.

Outro ponto importante do enredo é o desenvolvimento de Touko e de sua personalidade, drama pessoal, sentimentos, pensamentos, angústias, enfim, ela acaba sendo uma personagem muito mais interessante e cativante para o leitor do que a própria Natsuki.

O mangá consegue fugir do clichê do gênero Hentai, deixando de focar de maneira enfática na sexualidade e desenvolvendo uma bela história, com narrativa envolvente e um final excepcionalmente interessante, o qual angaria de vez o coração do leitor e a vontade para continuar a leitura em um segundo volume.

O primeiro volume da obra já está disponível nas bancas e também no site da editora ASTRAL COMICS por um valor de R$ 16,90. O material foi impresso em papel jornal e possui 160 páginas de diversão, romance e sexualidade.

Espero que gostem, recomendo a todos a leitura da obra e aguardo para podermos conversar sobre o mangá e também para debater nossos pontos de vista.


Atenciosamente,



Vinícius Vieira de Faria
Escritor
Biólogo

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Pen Dragon (A Batalha de Thunders) - Volume 04


Olá pessoal!

Já está a venda nas bancas e comic shops o quarto volume da Serie Pen Dragon (A Batalha de Thunders).



Nessa edição o jovem Pen continua sua aventura na tentativa de quebrar a maldição de Ora. 
Impressionado com o tamanho da grande cidade de Notiga, Pen e Célia tentam encontrar Old para recuperarem a espada X-Calibur, roubada por este último. Porém, para alcançarem seu objetivo eles terão que lidar com Gisbo, um garoto misterioso, e o Xerife de Notiga que prendeu Old. Para piorar, Pen ainda terá que enfrentar os efeitos de sua maldição que estão cada vez mais intensos.

 

 



Garanto que vocês irão gostar.

A história está cada vez melhor.

Super recomendo.


Não se esqueçam de visitar o site da EDITORA ASTRAL COMICS para conhecerem outras novidades.



Até a próxima galerinha!






terça-feira, 27 de setembro de 2016

Vídeo - Esposa Infeliz? Você vai comer o pão que o diabo amassou!

Boa noite pessoal!

Sabe quando sua esposa fica com raiva e faz da sua vida um inferno?

Pois é, o vídeo que fiz hoje é a respeito disso.

Venham dar uma olhada. Espero que gostem.

E não se esqueçam de se inscreverem no canal e de deixarem o like.

Abraços!


terça-feira, 20 de setembro de 2016

Não Mexa Com Minha Filha


Não Mexa Com Minha Filha é a nova publicação da editora Astral Comics. Esse Mangá de Tamaki Nozomu, apresenta uma mãe, de nome Atena, que quer proteger sua filha, chamada Clara, dos perigos do mundo.



Atena era uma heroína que acabou se aposentando depois de ocorrer um fato terrível em sua vida. Sua filha Clara herdou seus poderes e se torna a nova heroína da cidade.



O problema é que Atena tem medo de que sua filha se machuque e por isso age escondida protegendo Clara dos inimigos, o que acaba sendo muito engraçado, pois Atena faz pequenas intervenções tentando não revelar sua identidade para Clara, o que termina por causar alguns "acidentes" bem engraçados. Na verdade Atena se submete a diversas situações vergonhosas para manter o bem estar de sua inexperiente filha.

A dinâmica das duas, seja em casa, seja no combate, é muito interessante e bem humorada. Temos a típica relação de uma mãe tentando se relacionar e proteger sua filha adolescente, que ao mesmo tempo quer distância da mãe.

 

Os inimigos são muito legais e, apesar de haverem vários, são bem trabalhados no quesito personalidade, de forma que acabam contribuindo para o humor da história.

  

É preciso acrescentar que o mangá se destina a pessoas maiores de dezoito anos, pois apresenta cenas de nudez e sexo, sendo muito pervertido em alguns momentos.



A obra ainda está em sua primeira edição.

Para finalizar, Não Mexa Com Minha Filha não é o típico quadrinho de super heróis com os quais estamos acostumados, onde o foco está no combate ao crime. Nessa obra a relação entre mãe e filha está no centro da história, a qual é complementada por elementos de ação, espionagem e sexualidade.

Espero que gostem tanto quanto eu gostei.


Atenciosamente,


Vinícius Vieira de Faria
Escritor e Blogueiro


Texto redigido em: 20 de setembro de 2016.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Star Trek Sem Fronteiras - Crítica

O novo filme da franquia STAR TREK trás uma mistura de ação e ficção científica somadas a falta de inovação de seu roteiro.



As cenas de ação continuam muito boas, repletas de explosões, phases, batalhas espaciais, combates terrestres e efeitos especiais muito bons.

Quanto a história, temos uma repetição do roteiro dos dois filmes anteriores, sem inovação, com um vilão que tem exatamente o mesmo objetivo de "Nero" e "Khan" (vilões dos dois filmes anteriores). Fica claro que a série não conseguiu inovar nesse quesito, trazendo a tona um vilão com cara diferente, mas com as mesmas intenções dos anteriores. Isso torna a história repetitiva.

  

                                      


Um ponto interessante foi a separação do grupo em duplas, o que permitiu trabalhar os personagens secundários de forma mais pessoal, tirando o foco da dupla Kirk e Spock, o que acabou sendo um dos pontos mais positivos da obra, por resultar no envolvimento do público com os personagens e permitindo a inserção de diversos momentos de descontração no filme.

Outro ponto relevante é a presença de Jaylah, personagem interpretada por Sofia Boutella, que traz descontração, alegria e muitas risadas para o história, sendo que a personagem foi um dos grandes acertos da produção.



É preciso salientar que o Vilão Krall (Idris Elba), apesar de ter um objetivo idêntico ao dos vilões anteriores, foi muito bem interpretado e desenvolvido ao longo do filme, com sua história e motivações sendo apresentadas de maneira brilhante.

Destarte, Star Trek Sem Fronteiras é um filme muito divertido, com muita ação e que faz valer cada centavo gasto pelos fãs no cinema, embora vá desapontar aqueles que curtem inovações no enredo. Basicamente, é um episódio rotineiro da franquia que conta uma divertida aventura da tripulação, mas sem grandes relevâncias para o universo da obra.

Atenciosamente,


Vinícius Vieira de Faria

Escritor e Blogueiro


Texto redigido em 12 de setembro de 2016.